Atualizado em 12/11/2020 às 18h56.

Na última quarta-feira (11), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou a reformulação da matriz curricular das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que devem acontecer a partir da edição de 2025.

A mudança da matriz do Enem será baseada na homologação da reforma do Ensino Médio e da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do ensino médio, que entrou em vigor em 2018.

“Com a reformulação do exame, a matriz de prova do Enem será substituída pela do Novo Ensino Médio. O Ministério da Educação (MEC) e o Inep articulam a elaboração da nova matriz, juntamente com entidades educacionais, como a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) e o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed)”, disse a Assessoria de Comunicação Institucional do Inep, em nota.

Criação do Enem Seriado:

A partir de 2021, será criado uma nova versão para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será conhecido como “Enem Seriado“. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) revelou, que essa avaliação será 100% digital.

Ainda de acordo com o Inep, a prova será baseada nas disciplinas de gramática e matemática. A implementação do Enem seriado será feita de forma gradual. Em 2021, estudantes do primeiro ano do ensino médio poderão fazer a prova (para todos os alunos das redes pública e privada).

“O Enem seriado será totalmente digital. Vamos precisar trabalhar o aluno para responder provas no ambiente digital. Questões de múltipla escolha serão apenas uma parte da prova. É preciso começar a desenvolver habilidade complexas nos estudantes”, destacou o Eduardo Carvalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here