Publicado em 11/01/2022 às 18h43 – Atualizado em 11/01/2022 às 18h43.

No último domingo, 09 de janeiro, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) reaplicou as provas do primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021, para os candidatos que tiveram alguma questão prevista em edital que impossibilitou a participação na data regular do Enem 2021 – 21 e 28 de novembro – eles puderam fazer o exame que é a maior porta de entrada para o ensino superior em todo o território nacional brasileiro. No entanto, o que chamou atenção foi a convocação dos estudantes que já tinham participado da avaliação em novembro. O chamado foi feito mesmo sem o participante ter tido algum imprevisto ou solicitado a reaplicação do exame. Alguns, mesmo sem precisar, refizeram.
Em comunicado oficial, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) explicou que 880 estudantes que fizeram as provas em novembro de 2021 também receberam comunicados direcionados aos candidatos inscritos para fazer a prova em 2022.

‘Em função disso, o inep realocou os participantes para a reaplicação do exame. nenhum dos inscritos será prejudicado e todos terão a oportunidade de realizar as provas pois se enquadram nos casos de prejuízos logísticos, conforme previsto nas normativas do enem 2021 […] os participantes que devem fazer as provas em 09 e 16 de janeiro foram comunicados individualmente pelo inep. caso ele não participe da aplicação, valerá o resultado das provas realizadas em novembro, explica o INEP.

Procurado pelo Portal Nacional da Educação, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) não divulgou de onde eram os candidatos afetados.

Reaplicação registrou abstenção de 66,8%

O Inep também divulgou, nesta terça-feira (11), o balanço da participação dos inscritos no primeiro dia de reaplicação das provas do Enem 2021. Ao todo, 112.931 compareceram, representando 33,2% dos 340.659 inscritos para essa aplicação. Os outros 227.728 de ausentes representam 66,8%. Os dados, segundo órgão, são preliminares, tendo em vista que os números conclusivos dependem da apuração definitiva do consórcio aplicador.
Ainda de acordo com o Inep, foram registrados 76.535 (27,3%) presentes dos 280.146 isentos da taxa de inscrição que faltaram ao Enem 2020 e se inscreveram em setembro, após nova oportunidade. Além disso, 2.206 (35,1%) dos 6.286 participantes que tiveram o pedido aceito para reaplicação fizeram as provas. O Enem também foi aplicado para 34.190 (63%) dos 54.227 inscritos no exame para as Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL) 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here