Atualizado em 21/10/2020 às 08h54.

Na última terça-feira (20), o Ministério da Justiça do Governo Federal reuniu representantes do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Correios, Polícia Federal (PF), Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e Guardas Municipais para discutirem as estratégias de Operação Enem – montada anualmente para garantir a realização, logística, transporte e segurança para a execução das provas do Enem.

De acordo com o Ministério da Justiça, a principal mudança para o Enem 2020, seria a criação de um sistema de acompanhamento de ocorrências, em tempo real, para o registro de uns possíveis imprevistos que possam prejudicar a realização do exame em todo o território nacional brasileiro. O sistema será realizado pelos Estados e ao Distrito Federal para acompanhar as ocorrências registradas por certificadores e coordenadores dos locais de aplicação do exame.

“Desde o policiamento dos locais do certame, o transporte e guarda das provas, a investigação de possíveis fraudes até o patrulhamento das vias de acesso aos locais de realização das provas. Toda a ação será acompanhada diretamente do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN)”, informou a pasta do Ministério da Justiça do Governo, em Brasília (DF).

Enem em meio à pandemia do covid-19

Devido a pandemia do novo coronavírus (covid-19) no Brasil, as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 foram adiadas para as seguintes datas de aplicação: 17 e 24 de janeiro (prova manual) e para os dias 31 de janeiro e 07 de fevereiro (prova digital).

Nesta edição, os participantes e organizadores do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm que se adaptar a uma série de mudanças impostas em razão da pandemia de covid-19, por exemplo, o uso obrigatório de máscara de proteção individual, uso de álcool em gel e o distanciamento entre os participantes (diminuição do nº de candidatos por sala de aplicação).

Na última edição, o Inep disponibilizou cerca de 10 mil locais de provas para a realização do Enem, porém, devido a pandemia do covid-19, o número subiu para 14 mil locais de provas. 

No dia da realização das provas do Enem, o participante não terá aferição da temperatura na entrada do local, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Cronograma do Enem 2020

  • Cartão de Confirmação: após o dia 14 de dezembro na Página do Participante.
  • Aplicação da prova manual: 17 e 24 de janeiro de 2021.
  • Gabarito da prova manual: 29 de janeiro de 2021.
  • Aplicação da prova digital: 31 de janeiro e 07 de fevereiro de 2021.
  • Gabarito da prova manual: 12 de fevereiro de 2021.
  • Resultado: 29 de março de 2021.
  • Resultado (treineiros) e vista pedagógica: 29 de maio de 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here