Início Noticias Educação foi a pasta mais afetada pelo contingenciamento orçamentário

Educação foi a pasta mais afetada pelo contingenciamento orçamentário

23/04/2021 – 15h35 (ATUALIZADO EM 23/04/2021 – 15h46).

Nesta sexta-feira (23), o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia do Governo do Brasil, Waldery Rodrigues, informou o veto de R$ 1,1 bilhão e o bloqueio de R$ 2,7 bilhões do Ministério da Educação (MEC).

A educação é a área do Governo que mais sofre cortes com a sanção da Lei Orçamentária em 2021.

A equipe de jornalismo do Portal Nacional da Educação tentou entrar em contato com o Ministério da Educação (MEC) para solicitar uma nota oficial sobre os recursos disponíveis para a educação básica e do ensino superior.

No entanto, a pasta ainda não se pronunciou oficialmente sobre o contingenciamento orçamentário para 2021.

Nota da União Nacional dos Estudantes (UNE):

” A União Nacional dos Estudantes repudia veementemente mais esse corte de verbas no orçamento da Educação feito pelo Governo Bolsonaro.

Ainda na Proposta da PLOA os valores destinados à essa área já eram muito abaixo da necessidade. Nesse momento os estudantes sofrem os impactos da pandemia com escolas fechadas, sem acesso a internet, e ao mesmo tempo são as universidades que mais tem contribuído na pesquisa, produção de materiais e com os Hospitais universitários para combate à pandemia. É exatamente o contrário que deveria ser feito, mais investimentos para recuperação da educação.

Durante todo processo de discussão da PLOA mobilizamos parlamentares nos estados, no Congresso Nacional, pressionamos, organizamos atos virtuais, presenciais, manifestos, e ainda assim não fomos ouvidos.

Nossa luta continua e fica cada dia mais comprovado que Bolsonaro é um inimigo da Educação, e que a tentativa de impor uma Lei que transforme Educação em serviço “essencial” de forma falsa e oportunista é apenas para atender à demanda de instituições privadas que querem retomar as atividades presenciais à força.

Exigimos imediata recomposição orçamentária para a educação e um plano estratégico de enfrentamento aos impactos da pandemia “.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here