Publicado em 01/04/2022 às 13h15 – Atualizado em 01/04/2022 às 13h15.

Responsável pela contratação dos corretores da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) ainda não efetuou o pagamento de todos os convocados para a correção das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (cerca de 2 milhões de provas), realizada entre dezembro e janeiro.
A reportagem do Portal Nacional da Educação teve acesso ao e-mail entre o contratante e o prestador de serviço em que a Fundação Getúlio Vargas (FGV) informa que o pagamento estava previsto para acontecer entre 01 e 31 de março.
A Fundação Getúlio Vargas (FGV) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) foram procurados pela equipe de reportagem, mas não responderam os pedidos de posicionamento até a publicação da matéria.

5 COMENTÁRIOS

  1. Um absurdo total e questão na justiça trabalhista. A FGV não pagar os coordenadores de local de aplicação e outros colaboradores pelos serviços prestados há cinco meses. O ENEM 2022 já está em andamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here