16/04/2021 – 15h46 (ATUALIZADO EM 16/04/2021 – 15h46).

Os estudantes que fizeram as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2020) em Minas Gerais e pretendiam se inscrever no curso de medicina na Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) fizeram declarações racistas e xenofóbicas contra a Instituição de Ensino Superior e contra a população mato-grossenseas mensagens trocadas em grupos de WhatsApp – causaram polêmica e universidade repudia declarações xenofóbicas e racistas.
 

NOTAS DE REPÚDIO:

‘ Apesar de entendermos que tal plataforma traz, em sua natureza, a expressão de afirmações de caráter pessoal e descontraído, o conteúdo quando lançado ao público evidencia uma percepção extremamente preconceituosa, discriminatória, além de profundo desconhecimento das especificidades regionais. A Unemat preconiza e defende uma formação humanística, ética e de qualidade comprometida com a solução de problemáticas locais, muito ao contrário do que vimos nas postagens do grupo de alunos ‘, trecho da nota oficial da Unemat.

‘ Tendo chegado ao conhecimento da UNIMONTES a existência de manifestações de natureza ofensiva, preconceituosa e eventualmente configuradoras de infrações penais em redes sociais, informa-se à comunidade acadêmica, as instituições de ensino superior e à toda sociedade que a UNIMONTES não compactua com tais manifestações e que encaminhou o caso à autoridade policial para apuração e providências necessárias’, trecho retirado da nota oficial da Unimontes.

‘ O Portal Nacional da Educação (PNE) também vem a público repudiar as declarações ofensivas e discriminatórias, que circulam nas redes sociais envolvendo o corpo discente e docente da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT) sobre as declarações de estudantes do Enem em Minas Gerais ‘, trecho retirado e modificado da nota de repúdio do Portal Nacional da Educação.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here