Atualizado em 16/08/2020 às 17h03.

Faltam cinco (5) meses para a aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2020). Nesta edição, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) recebeu 6.130.363 inscrições (apenas 5.783.357 inscrições foram confirmadas pelo Inep) – o balanço oficial foi divulgado no dia 23 de junho de 2020 (terça).

Atualmente, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é um dos meios para o ingresso ao ensino superior, através do Sistema de Seleção Unificado (SiSU), Programa Universidade Para Todos (ProUni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Além disso, as notas podem ser usadas nas universidades do exterior, por exemplo, em Portugal, EUA, Canadá.

De acordo com o Inep, nesta edição não haverá a comissão de avaliação das questões e as provas já foram encaminhadas para a Gráfica Plural, que foi contratada recentemente. 

Novidade na edição do Enem 2020:

Neste ano, o Inep está implementando a versão digital e será optativo até a edição de 2026 (de forma gradual). A proposta do ex-ministro da Educação, que começou com o anúncio de 50 mil vagas para a edição de 2020, dobrou para 100 mil. Nos primeiros dias de abertura do prazo de inscrição, a procura pela versão eletrônica foi superada, atingindo 101.100 pedidos dos inscritos.

Na última terça-feira (11), o Ministério da Educação (MEC) abriu um portal para que instituições interessadas em aplicar a versão digital do Enem possam realizar o cadastramento eletrônico no sistema que irá compor a Rede Nacional de Postos Aplicadores (RNPA), poderão participar as entidades educacionais que obtiverem pelo menos 10 (dez) computadores na sala/laboratório.

Além disso, os candidatos devem incluir uma foto de identificação no site oficial do Enem (Página do Participante), o documento será estampado nas duas versões do exame (caderno de questões ou na tela do equipamento eletrônico da prova digital (sem data definitiva para a inclusão ou retificação da foto). É importante frisar, que o candidato pode ser desclassificado a qualquer momento do exame caso não acate as regras descritas no próprio edital do Enem 2020.

Medidas sanitárias no Enem 2020:

Por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19) no Brasil, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou as medidas sanitárias para evitar a contaminação nos locais de provas do Enem  (parte externa e interna) do local de prova:

  • Uso obrigatório de máscara (exceto: as pessoas com autismo, deficiência intelectual ou com alguma deficiência sensorial) de uso individual, o participante não poderá permanecer sem máscara nas dependências dos locais de provas – abertura e fechamento dos portões;
  • Durante a identificação ou do lanche, o candidato deve higienizar as mãos com o álcool em gel (antes e depois), sem tocar na parte frontal da máscara (use o elástico da máscara);
  • A máscara deve cobrir a boca e o nariz (entrada, durante e sua saída definitiva);
  • Usou máscara descartável, o candidato deve jogar no local destinado pela coordenação;
  • O candidato pode levar um frasco transparente com álcool em gel e máscara extra (leve duas sacolas transparente – uma para colocar a máscara limpa e a outra para colocar a suja);

Cronograma do Enem 2020:

  • Cartão de Confirmação: a partir do dia 14 de dezembro.
  • Aplicação da prova manual: 17 e 24 de janeiro de 2021.
  • Gabarito da prova manual: 29 de janeiro de 2021.
  • Aplicação da prova digital: 31 de janeiro e 07 de fevereiro de 2021.
  • Gabarito da prova digital: 12 de fevereiro de 2021.
  • Resultado: 29 de março de 2021.
  • Resultado dos treineiros: 29 de maio de 2021.
  • Vista pedagógica: 29 de maio de 2021.
  • SiSU 2021/1: 30 de maço a 02 de abril de 2021.
  • ProUni 2021/1: 06 a 09 de abril de 2021.
  • Fies 2021/1: 13 a 16 de abril de 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here