Você vai prestar o vestibular Fuvest 2019? Se a resposta for positiva este artigo pode te ajudar a entender um pouco sobre as obras literárias que serão utilizadas no processo de seleção do maior vestibular do Brasil.

A pauta é sobre as novas leituras obrigatórias e com dicas de qual o movimento literário está mais presente em cada uma das obras que serão cobradas no Vestibular da Fuvest. A primeira fase apresenta questões de literatura fechadas e a segunda com questões abertas. Assim, é muito importante você ficar antenado e conhecer cada uma das nove obras que serão cobradas nas provas da Fuvest 2019.

Abaixo segue a relação completa com o link para adquirir a obra pela internet:

Iracema

livros Fuvest 2019

Iracema é uma obra da primeira geração romantismo e nela nós percebemos nacionalismo, exaltação da natureza, sentimentalismo, religiosidade cristã e indigenismo. Há ainda dois  aspectos muito importantes: José de Alencar escreve com o idealismo. O índio é um herói e o português nem sempre é somente um inimigo. Ele também cria um mito fundador do Brasil que nada mais é do que dizer como surgiu o primeiro brasileiro.

Memórias Póstumas de Brás Cubas

Memorias bras cubas Fuvest 2019

Esse é o livro que inaugura a escola realista no Brasil. No realismo à linguagem direta a narrativa é detalhada e o ambiente é urbano. Essa escola faz críticas sociais e também a análise psicológica dos personagens.

Machado de Assis dialoga com você leitor, com o uso da metalinguagem. Muita atenção nesse aspecto. Além disso ele usa pessimismo ironia e crítica social.

A relíquia, de Eça de Queiroz

A Reliquia Fuvest 2019

Nós temos mais uma representante do realismo no Brasil. Dessa vez com um tom mais severo e mais sarcástico. O mundo é visto de forma fria e desencantada. Ele criticou a monarquia, a igreja e a burguesia sem perder o tom de humor.

O Cortiço, de Aluísio Azevedo

Cortico Fuvest 2019

Essa obra é um marco do naturalismo e dentre as características mais importantes está o determinismo. Segundo essa teoria, a história, o meio e a raça influenciam o caráter das pessoas.O autor faz inclusive oposição entre os brasileiros e os portugueses.Enquanto os portugueses são os ambiciosos trabalhadores e os brasileiros sempre retratados como preguiçosos.

Vidas Secas, de Graciliano Ramos

Vidas Secas Fuvest 2019

Pertence à segunda fase do modernismo, com destaque para o regionalismo (principalmente o sertão nordestino). A  crítica e denúncia aos problemas sociais. No entanto, o romance ainda pode ser considerado otimista porque eles não perdem a esperança de uma vida melhor

Minha vida de menina, de Helena Morley

Diario de uma menina Fuvest 2019

Diferente de todos os que nós vimos até agora ele é um diário de uma menina escrito quando ela tinha entre 13 e 15 anos de idade. Ela vivia numa sociedade pós abolição da escravatura, o que faz que essa obra dialogue muito com Sociologia e com História. Por ser um diário a escrita é livre e sem erudismos.

Sagarana, de João Guimarães Rosa

Sagarana Fuvest 2019

Esta obra pertence à terceira fase do modernismo é composta por nove novelas. Nela o regionalismo é universalizante e diferente das obras da segunda fase do modernismo. O que está escrito nela serve para todas as pessoas e não só para os sertanejos. Acontece também a fusão entre o moral e o literário numa conversa musical. Se você ler em voz alta vai perceber uma escrita mais cantada.

Claro Enigma, de Carlos Drummond de Andrade

Claro Enigma Fuvest 2019

Somos apresentados a uma versão Drummond entediado com o mundo.  Ele rompe com o modernismo, este é o aspecto mais importante de se notar. Escreve sonetos, se preocupa com a métrica poética e realiza intertextualidade com autores clássicos como Dante Alighieri e Camões.

O Mayombe, Pepetela

Pepetela fuvest 2019

Este é um romance documental escrito num estilo como se fosse uma reportagem. Pela primeira vez na lista de leituras obrigatórias da Fuvest nós temos um autor angolano e isso merece atenção especial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here